A Fundação Luis de Molina FP, é uma Fundação Pública de Direito Privado instituída pela Universidade de Évora através de escritura pública em 15 de janeiro de 1996, nos termos do Código Civil, e reconhecida por portaria publicada no Diário da República, II série, n.º41, de 18 de fevereiro de 1998, com sede na cidade de Évora.

Ao abrigo do Decreto-Lei n.º 460/77, de sete de novembro, por despacho do Primeiro-Ministro de 25 de fevereiro de 2000, publicado no Diário da República, II série,n.º64, de 16 de março de 2000, foi atribuída administrativamente, à Fundação Luis de Molina FP, o estatuto de utilidade pública, posteriormente confirmada, ao abrigo da Lei-Quadro das Fundações aprovada pela Lei n.º24/2012 de 9 de julho, por despacho do Ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares de 27 de novembro de 2013, publicado no Diário da República, II série, n.º236, de 5 de novembro de 2013.

A Fundação Luis de Molina FP, tem por fim a promoção da contribuição da Universidade de Évora para o desenvolvimento cultural, científico, tecnológico e económico da comunidade.

Para realizar os seus fins estatutários, a Fundação Luis de Molina FP, promove a cooperação da Universidade de Évora com personalidades e instituições públicas e privadas, tanto nacionais como estrangeiras; apoia atividades de ensino e investigação no domínio das artes e das ciências visando o desenvolvimento sustentado; promove a difusão de conhecimentos artísticos, científicos e tecnológicos; apoia ações de formação, visando a rápida aplicação desses conhecimentos e a valorização cultural e profissional; oferece um conjunto de serviços de logística à comunidade universitária; e apoia e facilita o funcionamento de sistemas de prestação de serviços à comunidade por parte da Universidade de Évora.

Por imperativo legal, a Fundação Luis de Molina FP, adequou a sua denominação, os seus estatutos e a respetiva orgânica à Lei-Quadro das Fundações, em conformidade com estatutos publicados no Diário da República, II série, n.º231, de 28 de novembro de 2013.